O que é microagulhamento e quais seus benefícios?

28 de junho de 2021

O microagulhamento é um dos procedimentos estéticos mais procurados atualmente. Proporcionando diversos benefícios, esse procedimento estético tem chamando bastante a atenção de quem aposta nos tratamentos clínicos para cuidar da aparência da pele do corpo e, principalmente, do rosto.

Mas você sabe o que é microagulhamento? Para quem é indicado? Qual a ação dele na pele? Neste artigo, abordamos todos os detalhes deste tratamento inovador. Confira!

O que é microagulhamento?

O microagulhamento é uma técnica que consiste em produzir furos minúsculos na pele com o objetivo de estimular os fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno. Realizando essa estímulo, a pele que foi danificada é restaurada, proporcionando uma aparência muito mais agradável.

Em procedimentos com agulhas abaixo de 0.5 mm o desconforto é mínimo e pode ser realizado inclusive sem nenhum tipo de anestesia no local. Porém, se forem acima, normalmente é utilizada uma pomada anestésica para aliviar possíveis dores e desconfortos que o paciente possa vir a ter.

Para que serve o microagulhamento?

O microagulhamento é amplamente procurado pelos pacientes para remover cicatrizes de acne, disfarçar manchas, rugas ou linhas de expressão da pele. Este tratamento pode ser realizado de duas maneiras: usando um aparelho manual chamado Dermaroller ou um aparelho automático chamado DermaPen.

Para quem é indicado o microagulhamento?

O microagulhamento é indicado principalmente para quem procura por um tratamento de fotoenvelhecimento ou combate a cicatrizes de acne, queimaduras, cirúrgicas, entre outras opções.

Porém, além disso, também pode ser feita para pacientes que desejam tratar problemas como estrias, melasma, textura da pele ou ainda para auxiliar tratamentos com substâncias terapêuticas relacionadas às camadas mais profundas da pele.

Para quem é contra indicado o microagulhamento?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o microagulhamento é contra indicado para pacientes que estão com a pele bronzeada ou apresentando infecções locais. Além disso, também não é recomendada para pacientes que tem câncer da pele na área tratada ou nas proximidades.

Em relação a recuperação, costuma ser rápida, mesmo nos casos de técnica cirúrgica. Ainda de acordo com a SBD, “a técnica minimamente invasiva oferece resultados após uma sequência de aplicações em intervalos regulares (comumente mensais), enquanto a técnica cirúrgica pode já oferecer resultados visíveis em apenas uma sessão”.

Em todo caso, procure consultar seu especialista e aplicar todas as dicas que ele repassar após o procedimento. Isso é essencial se você deseja ter os melhores resultados mais rapidamente e sem maiores complicações.

Cuidados após o microagulhamento

Depois do tratamento, em geral, o seu especialista indicará o uso de água termal para acalmar a pele, além de cicatrizantes com antibióticos, que serão receitados e posteriormente devem ser comprados.

Outra boa dica é evitar aplicar água quente no rosto nas primeiras 24 horas e não mexer no local. Além disso, é fundamental evitar a exposição solar nos primeiros 45 dias e sempre usar filtro solar adequado a pele. O filtro mais indicado é com fator de proteção solar maior do que 30, para evitar formação de manchas.

Entre em contato conosco e saiba mais: http://bit.ly/WClinia

Entre em contato com a nossa equipe!

Tire suas dúvidas e marque uma consulta.